Matheus Nicolau vence,mas demais brasileiros são derrotados no UFC Columbus

No último sábado (26), quatro brasileiros subiram no octógono pelo UFC Figh Night: Blaydes x Daukaus, também chamado UFC Columbus, todas as lutas dos tupiniquins foram decididas por decisão unânime: Matheus Nicolau derrotou David Dvorak, mas Bruno Souza perdeu para Luis Saldana, Jennifer Maia e Karol foram derrotadas, de forma respectiva, para Manon Fiorot e Sara Mcmann.

No único triunfo brasileiro da noite, na categoria peso-mosca, o tchequio Dvorak passou os três rounds tentando se aproximar de Matheus Nicolau, que apesar de ter valorizado a defesa aplicou golpes certeiros no adversário ao longo dos rounds, oque contribuiu para o triunfo. Enquanto o mineiro alcançou seu terceiro triunfo seguido no UFC, o europeu viu sua sequência de 16 vitórias na carreira chegar ao fim.

Luis Saldana acertando um soco em Bruno Souza. Crédito:UFC

Bruno Souza sofreu sua segunda derrota seguida e segue sem vencer na organização, contra o estadunidense Luis Saldaña, o pernambucano radicado no Pará começou investindo em chutes e socos, mas Saldaña começou a dominar no segundo round, quando realizou uma sequência de socos e derrubou o adversário, que reagiu no round final também com quedas, porém não foi o suficiente para conseguir o triunfo.

Mano Fiorot aplicando um chute em Jennifer Maia. Crédito:UFC

Pelo peso-mosca feminino, Jennifer Maia perde pela segunda vez seguida, dessa vez, para a francesa Manon Fiorot, que alcançou sua quarta vitória seguida, das quais três foram contra brasileiras. Após um primeiro round truncado, Fiorot investiu em quedas no segundo, enquanto a curitibana usava cotoveladas para se defender mesmo quando caia, no round final, a vencedora usou chutes para controlar o combate.

Mcmann tentando imobilizar Rosa. Crédito:UFC

No peso-galo, Karol Rosa viu sua sequência de seis vitórias na carreira ser interrompida pela estadunidense Sara Mcmann, um dos principais nomes da categoria. A estrangeira investiu massivamente em combates no chão ao longo da luta, mas a capixaba demonstrou resistência e chegou a tentar controlar a luta no centro e deu uma voadora na adversária, que soube se defender e controlou o combate até o fim.

Mcmann após a luta. Crédito:UFC