Brasil derrota Coreia do Sul em amistoso de preparação para a Copa

Nesta quinta (02), as seleções de futebol masculino do Brasil e da Coreia do Sul se enfrentaram no estádio Seul World Cup, usado na Copa de 2002 e localizado em Seul, capital do país asiático, em um amistoso de preparação para a Copa do Mundo, marcada para se iniciar em novembro, e a equipe verde e amarela derrotou os anfitriões pelo placar de 5×1.

O primeiro gol da partida foi marcado aos 6 do primeiro tempo, quando Alex Sandro passou para Fred, que pegou de primeira e viu seu chute ser desviado por Richarlison, enganando o goleiro, a Coreia do Sul conseguiu o empate aos 30 do primeiro tempo, quando o atacante Hwang Ui-Jo, do Bordeaux (FRA), recebeu na área, deu um giro e finalizou cruzado.

Jogadores da seleção brasileira comemorando o primeiro gol. Crédito: Lucas Figueiredo/CBF.

O número 6 brasileiro sofreu dois pênaltis no jogo, aos 38 do primeiro tempo e aos 10 do segundo, ambos foram convertidos por Neymar, que chegou ao seu 73° gol pela seleção, aos 34, Coutinho, que entrou no lugar do número 10, aproveitou uma sobra para pegar de primeira na frente do gol e ampliar, nos acréscimos, Gabriel Jesus, que entrou no lugar de Raphinha, fez uma jogada individual e marcou o quinto gol.

Com esse tento, o atacante que atua no futebol inglês acabou com um jejum de quase três anos sem gols pelo time canarinho, a última vez que havia balançado as redes foi na final da Copa América de 2019, quando o Brasil derrotou o Peru por 3×1.

Essa foi a maior vitória do Brasil em jogos contra a Coreia do Sul, assim como também foi a maior goleada do confronto, esta foi a sétima vez que brasileiros e sul-coreanos se enfrentaram, no total, são seis vitórias da seleção da América do Sul, e apenas uma da equipe da Ásia, antes desta, a maior goleada havia sido no último encontro, quando o Brasil fez 3×0 em um amistoso de 2019.

Os jogadores Neymar (Brasil) e Heung Mim Son (Coreia do Sul) trocaram as camisas após o jogo. Crédito: Lucas Figueiredo/CBF.

As duas seleções voltam a campo na segunda, quando o Brasil encara o Japão, enquanto a Coreia do Sul enfrenta o Chile.