Fortaleza faz um bom jogo, tem chances de vencer mas fica no empate com o Estudiantes no jogo de ida das oitavas da Libertadores

Na noite desta quinta-feira (30), o Leão do Pici enfrentou de igual pra igual o Estudiantes de la Plata no Castelão.

Fortaleza, Estudiantes — Foto: Kid Jr. / SVM

O jogo começou nervoso e com o time argentino em cima, empurrando o Fortaleza pra defesa, pressionando em cima. O Leão conseguiu se defender de forma organizada e conseguiu equilibrar a partida. Aos 24 minutos, em um belo passe de Yago Pikachu, Romero concretizou a oportunidade, que acabou sendo anulada pelo VAR, por estar em posição de Impedimento. O gol deu ânimo pro time brasileiro, que continuou atacando, tendo mais a bola, mas sem conseguiu criar situações mais perigosas. Em uma delas, o atacante Moisés fez uma bela jogada Individual, driblou o goleiro e bateu, mas o zagueiro argentino tirou em cima da linha. Ao final do primeiro tempo, o Fortaleza tinha 60% de posse de bola e 4 finalizações para cada equipe.

No segundo tempo, o Fortaleza conseguiu abrir o placar logo aos 9 minutos em um contra-ataque, onde Capixaba recebeu pela esquerda e achou Romero livre pra completar pras redes e fazer a festa da torcida cearense no Castelão. A festa durou pouco menos de 10 minutos, quando Leandro Diaz, que tinha acabado de entrar empatou para os “hermanos”. O técnico Vojvoda ainda tenteou mexer no time, abrir mão de 3 zagueiros, mas não conseguiu alterar o placar. O jogo ficou mais morno e sem grandes chances para nenhuma das equipes. Final de jogo 1×1.

Após o jogo o técnico Vojvoda deu entrevista falando do equilíbrio da partida:

O adversário teve o controle nos primeiros minutos, mas no final do primeiro tempo o Fortaleza foi superior. Mas foi um jogo muito parelho, disputado, físico. Agora temos que pensar no Brasileiro. E depois o planejamento é em cima de um jogo que ainda está aberto, a classificação está aberta. Vamos a Curitiba e depois ao campo do Estudiantes, com toda a nossa mentalidade de que temos que fazer um jogo com inteligência. Acho que o jogo está aberto para os dois times, o típico jogo de uma Libertadores. Tivemos situações muito claras. Conseguimos a vantagem e não sustentamos. Tivemos perto de ganhar o jogo, mas a duração do jogo são 90 minutos. E ainda faltam os outros 90 em La Plata.

Vojvoda – Técnico do Fortaleza
Vojvoda, técnico do Fortaleza — Foto: Thiago Gadelha/SVM

O jogo de volta está marcado para a próxima quinta-feira, 7 de julho, quando as equipes se enfrentam em Buenos Aires. Se houver um novo empate, independente dos gols, já que não existe mais a regra do gol fora de casa na Libertadores, o confronto será decidido nos pênaltis. Em caso de vitória para qualquer lado, o vencedor fica com a vaga nas quartas-de-final para enfrentar o vencedor de Athlético-PR e Libertad do Paraguai. No primeiro jogo deu furacão, que venceu por 2×1 em casa.