Jogo entre Fortaleza e Palmeiras é encerrado por falta de energia

A partida entre Fortaleza e Palmeiras, lanterna e primeiro colocado do Brasileirão, respectivamente, foi encerrada pela arbitragem por falta de energia.

O jogo, que já chegava ao seu final, parou, aos 44 minutos do segundo tempo, após um problema externo, que resultou na queda de energia elétrica na Arena Castelão.

Segundo responsáveis pela administração da Arena, houve uma explosão em um poste do lado de fora, e, por consequência, um problema semelhante foi registrado em uma subestação do estádio.

Com a informação de que o problema não seria sanado rapidamente, e cumprindo os 30 minutos de espera, o árbitro Wilton Pereira Sampaio decidiu por dar a partida como encerrada, como prevê o regulamento da competição, mantendo o placar de 0 a 0.

Nota da Enel, empresa responsável pela energia elétrica no Estado:

“A Enel Distribuição Ceará informa que às 19h50 deste domingo (10) a Arena Castelão ficou sem energia e, às 19h52, a rede que atende o estádio foi religada novamente. A companhia esclarece que realizou diversas manobras para normalizar o fornecimento e foi constatado que a energia não retornou ao estádio imediatamente por causa de um defeito interno no disjuntor geral, que é de responsabilidade do cliente. Neste momento, equipes da Enel e do Castelão estão trabalhando em conjunto para reparar o equipamento e normalizar o fornecimento de energia no local. A Enel Ceará ressalta que possui diversos pontos de suprimento de energia para abastecer o estádio e que está à disposição do cliente para resolver o defeito interno.”

Veja abaixo o que diz a Secretaria Estadual do Esporte e Juventude:

“A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) informa que a falta de energia no jogo entre Fortaleza e Palmeiras, na Arena Castelão, ocorreu devido a um curto-circuito na estação de energia da Enel, o qual afetou as instalações do estádio e danificou os geradores da Arena, que não ligaram após a queda de energia. A equipe de manutenção isolou toda a área para restabelecer o funcionamento do gerador. O jogo foi encerrado, pois o conserto excedeu o período de 30 minutos estipulado pelo regulamento para o retorno do jogo.”

Foto: Thiago Gadelha/SVM