Dominante, Flamengo vence Atlético Mineiro e se classifica na Copa do Brasil

Com direito a um Maracanã lotado e tomado pela sinergia entre time e torcida, o Flamengo venceu na noite desta quarta-feira (13) o Atlético Mineiro por 2×0 e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil.

Desde o final da partida de ida, a duas semanas, Gabriel Barbosa já havia “alertado” sobre o cenário que seria criado para os noventa minutos finais, chegando a utilizar até a expressão “inferno”, e a torcida rubro-negra não fez diferente. Com direito a mosaico, fumaça e sinalizadores, a entrada do times em campo já anunciava a dura missão que teria o Galo, mesmo tendo a vantagem no agregado.

Na entrada dos times em campo, a torcida do Flamengo preparou com mosaico inspirado em frase de Gabigol: ”Bem-vindos ao inferno” — (Foto: Igor Dorilêo/Twitter)

A partida se iniciou com uma intensa pressão do Flamengo nos primeiros vinte minutos, chegando a marca de doze finalizações na primeira etapa, porém toda a vantagem em volume de jogo não se transformou em superioridade no placar, graças a uma sólida atuação da defesa atleticana e do goleiro Everson na primeira etapa, evitando com que o clube carioca abrisse o marcador logo cedo. O galo ainda teve uma boa chegada com Ademir no final da primeira etapa, porém também não foi suficiente para furar a meta do goleiro Santos.

A falta de precisão do time mineiro custou caro, já que no fim do primeiro tempo, aos 46 minutos, Pedro recebeu um lançamento longo, dominou fazendo a função de “pivô” e passou em profundidade para De Arrascaeta, que acertou um carrinho na bola divida com o goleiro Everson e empurrou para o fundo das redes, explodindo um já inflamado Maracanã. Péssimo negócio para o Galo, que já não tinha mais sua vantagem no agregado e toda uma segunda etapa pela frente. 

De Arrascaeta e João Gomes comemorando o primeiro gol do Flamengo – (Foto: Reprodução/Twitter)

Já na segunda etapa, a tônica foi diferente no início, com o Atlético imprimindo um grande volume de jogo na volta para o segundo tempo, apertando o Flamengo em seu campo de defesa e produzindo boas oportunidades, porém sem sucesso na concretização. Logo depois da pressão inicial, o rubro-negro retomou o controle do jogo e pressionou em busca do segundo gol, que saiu 19 minutos da etapa complementar, após desvio de cabeça de Pedro, novamente De Arrascaeta empurrou para o fundo das redes, que contou com auxílio do VAR para validar o segundo gol do uruguaio. 

Com dois a zero no placar, o Flamengo se sentiu mais a vontade para jogar em cima dos contra-ataques que o Atlético proporcionava, e aos 33 minutos, Júnior Alonso teve que parar Marinho com falta, e consequentemente recebeu o segundo cartão amarelo no jogo, deixando o galo com um jogador a menos, precisando de um gol para a classificação. Apesar da vantagem numérica e no placar, o Flamengo acabou sentindo a condição física, e o técnico Dorival Júnior foi tirando seus principais nomes  do jogo, com a classificação quase assegurada.

Os últimos minutos tiveram muita cera por parte da equipe da casa, que confirmou a classificação para as quartas-de-final da Copa do Brasil, eliminando o atual campeão da competição.

Após o apito final, Gabriel ergueu placa da torcida, provocando o Atlético Mineiro. — (Foto: Paula Mattos/Twitter)

Classificado, o Flamengo agora espera o sorteio que definirá seu adversário na próxima fase, que está previsto para acontecer na próxima terça (19), já o eliminado Atlético, redireciona suas forças para a Libertadores e o Campeonato Brasileiro, em busca de conquistar mais títulos na temporada de 2022, visto que já faturou a Supercopa do Brasil (em cima do próprio Flamengo) e o Campeonato Mineiro.