Amanda Nunes recupera cinturão no UFC 277

No último sábado (30), Amanda Nunes e Julianna Peña protagonizaram a luta principal do UFC 277, sediado em Dallas, no Texas, estado dos Estados Unidos, no final do confronto, a brasileira derrotou a venezuelana por decisão unânime dos juízes e recuperou o cinturão peso-galo, após perdê-lo em dezembro, pela mesma adversária, que a finalizou com um mata-leão.

A baiana dominou os dois primeiros rounds, no primeiro, investiu em socos e chutes, e no segundo, chegou a derrubar a adversária três vezes e pediu para ela levantar, após a segunda queda. Peña melhorou seu desempenho a partir do terceiro round, aplicando golpes duros, mas a leoa manteve a agressividade e aplicou uma cotovelada, que causou um corte na cabeça da descendentes de venezuelanos.

Nunes aplicando soco em Pena. Crédito: Reprodução/UFC.

No quarto round, a então campeã tentou, diversas vezes, aplicar uma finalização em Nunes, como no combate passado, mas a vencedora da luta soube se defender das tentativas da oponente, e quando podia, voltava a investir em socos e cotoveladas, para tentar a vitória por nocaute. No round final, Peña aplicou um duro golpe, mas acabou sendo derrubada por Nunes, que tentou encaixar um mata-leão.

Após a luta, os juízes pontuaram todos a favor da brasileira com os seguintes placares: 50-45, 50- 44 e 50-43. Amanda Nunes volta a ser detentora dos cinturões de duas categorias: peso-pena feminino e peso-galo feminino.